quarta-feira, 10 de setembro de 2008

um pouco de nós

sempre que estou ao seu lado
meu coração acelerado
de repente pára
(tutum, tutum...tum...)

o tempo não é amigo
sempre que estou contigo
ele corre
(tictactictactictac)

meu amor por você
seu amor por café
eu querendo te morder
você rindo do meu pé

é eterno, verdadeiro
um amor companheiro
sereno e confiante
meu amor, meu amante.

3 comentários:

blogava disse...

Ow, que delícia de versos moça...
Muito bom de ler.
Bjo grande

the drama queen disse...

ah eu achei tão bonitinho
=)
faz uma poesia de pingüim, Dani!

Paixão, M. disse...

A mocinha com essa idéia fixa de poesia de pingüim, aiai ¬¬

rs..

Mas hein, que lindinho! Amor sereno e confiante é muito bom.

Mas da próxima vez que eu te ver vou olhar pro seu pé e ver o que tem de tão engraçado, rs. Se tiver, eu vou rir também!

HEuheuheueh...

beijo, bonita!