quarta-feira, 25 de junho de 2008

não sei usar pontuação

Quero falar de ti, do sol, do mar
do dia de amanhã que irei te encontrar
saciar minha vontade de te amar
pode ser carnal, ou só de imaginar
"a gente faz amor por telepatia"
e sendo real ou não, me dá tanta alegria
viver e ter você comigo
poder dizer que eu tenho um amor amigo
não sei usar pontuação
é tudo uma alucinação
uma mistura louca
vontade de beijar sua boca
tirar essa roupa
tomar suco de poupa
qualquer rima é pouca
parece boba
rouca
quero te ter aqui
me chame e eu vou aí
ninar você
mas não devo esquecer
nem enlouquecer
porque amanhã vou poder te ver!

4 comentários:

Tamiris disse...

mas que palavras bonitas por aqui.
adorei seus escritos. :)

beijos, Dani.

Paixão, M. disse...

Tou gostando é muito desses poemas de amor!

E sou chorona mesmo. hunf.
E também tenho um problema com pontuação. Pontos finais, reticências e tal.

E é verdade, às vezes as rimas parecem poucas perto de alguns sentimentos.

Beijo, bonita!

alguém que não é legal disse...

E aí Dani... tempo q não te vejo, e que não passo por aqui...

muito legal o seu poema. Acho q problema com pontuação todo mundo tem mesmo, eu nunca sei colocar as vírgulas no lugar, rs.

bjo!

blogava disse...

Parabens pelo poema moça... muito bonito mesmo... problemas de pontuação? qum não tem?

Linda mescla de letras, musica e sentimento...

parabens!

Ah sim... te achei no blog de uma amiga! abraços!